A Razer vai investir até US$ 30 milhões, com a criação do fundo zVentures, em tecnologias de ponta relacionadas a Internet das Coisas, big data, realidade virtual, robótica, jogos Android e mais; ação abre portas para novos recursos operacionais, relação com canais de distribuição e rede de parceiros

A Razer, acaba de anunciar a criação da zVentures, um braço da Razer Inc. dedicado a identificar e explorar oportunidades de investimento em novos negócios inovadores e em tecnologias em expansão. A premissa por trás da iniciativa da Razer está enraizada na convicção da empresa de que o retorno financeiro deve estar alinhado com as propostas de inovação e o progresso estratégico. Por isso, a zVentures focará especificamente em start-ups e empresas emergentes que participarem da expansão das plataformas de produtos da própria Razer. 

Além disso, outras unidades de negócios presentes no grande ecossistema da Razer terão na zVentures um parceiro para o desenvolvimento de seus projetos, bem como uma fonte de inspiração para novos produtos e um prisma para atrair novos talentos para suas áreas de negócios.

“A Razer tem um longo histórico de apoio a parceiros, produtos third-party e desenvolvimento de negócios”, disse o cofundador e CEO da Razer Min-Liang Tan. “O benefício acumulado por essas iniciativas na última década tem sido muito positivo e significativo. A zVentures promete levar adiante a sensibilidade da Razer em fazer novas apostas e com isso obter maior alcance e impacto”.

Como líder de mercado em sua categoria, a Razer tem uma posição privilegiada para identificar, executar e administrar oportunidades de investimentos em mercado e segmentos adjacentes. Inicialmente, a empresa planeja dedicar até US$ 30 milhões à zVentures, incluindo US$ 5 milhões para investimentos relacionados a realidade virtual (por meio do fundo de desenvolvimento do OSVR) e US$ 5 milhões para publicação de games no sistema operacional Android (sob a bandeira do OUYA).

Entre os nichos de interesse para a zVentures estão, ainda em estágio inicial, empresas que trabalhem com internet das coisas (dispositivos conectados), big data, fabricação e engenharia avançada, tecnologia de software para games, realidade virtual e aumentada, e-Sports e robótica. As empresas beneficiadas devem ser livres para seguir operando de maneira independente e ao lado de parceiros da indústria, construir produtos não relacionados ao mercado de games e procurar investimentos de terceiros.

“Seremos atraídos por empresas emergentes com oportunidades para crescimento massivo e melhorias que terão influência da nossa experiência e expertise”, disse Tan. “Nossas contribuições incluem a administração da cadeia de distribuição, vendas e marketing, capital e muito mais. Naturalmente as empresas-alvo irão explorar os recursos e a vasta rede de contatos do ecossistema da Razer”.

Para mais informações, visite http://zv.razerzone.com

Veja Também

IMAGE
Em parceria com o desenvolvedor, a Bandai Namco,...
IMAGE
    Gênero: Luta – Plataformas: PC, PS3, PS4,...
IMAGE
Trafegando em uma área nebulosa entre pirataria e...